Se há iguaria que é unanimemente apreciada é o bacalhau. O ‘fiel amigo’ tem 1001 maneiras possíveis de se apresentar à mesa e é um dos símbolos da gastronomia nacional, profundamente enraizado nos hábitos alimentares dos portugueses. Descubra, na Enciclopédia do Bacalhau, receitas da nossa tradição gastronómica, a sua origem e a sua história.

Dicas para cozinhar bacalhau

1

Ao escolher o bacalhau é importante perceber se não tem raios escuros de sangue nas abas ou outras manchas.

2

Quando mandar cortar um bacalhau, lembre-se que as postas devem ter uma altura uniforme para que o tempo de dessalga seja idêntico.

3

Um bom bacalhau deve ter vários meses de cura, mais precisamente seis meses no mínimo (o ideal são nove meses).

4

Antes de demolhar, deve lavar-se duas ou três vezes o bacalhau. O ideal seria demolhá-lo na água fresca corrente de um ribeiro como se fazia antigamente, com água limpa, sem cloro. Não o podendo fazer aí, deve demolhar-se em água fria, no frigorífico. O bacalhau deve ser demolhado durante cerca de 48 horas, mudando três vezes a água nesse período.

5

O bacalhau não deve cozer, deve escalfar. Para cozinhar o bacalhau basta pôr a água a ferver com um dente de alho, uma folha de louro. Assim que esta levanta fervura coloca-se o bacalhau. Quando estiver a ameaçar levantar fervura novamente desliga-se e espera-se 15 minutos. O bacalhau vai ficar cozinhado o suficiente.

6

Para garantir o melhor sabor, o bacalhau deve ser sempre cozinhado com a pele e as espinhas.

7

Use a pele e as espinhas do bacalhau para fazer um caldo: como a gelatina passa para a água, poderá usá-lo para engrossar molhos e outras preparações.

Receitas
#bacalhau, #chourico, #farinheira, #massa
#bacalhau, #batata, #colorau, #ovo
#bacalhau, #cravinho, #batata
#bacalhau, #pimento, #ovocozido
#bacalhau, #batata, #tomate, #cravinho